Sagrado Coração de Jesus
 
::::: Introdução
---------------------------------------
::::: Santa Margarida
Maria Alacoque
---------------------------------------
::::: Promessas de Nosso
Senhor a Santa Margarida
Maria Alacoque
---------------------------------------
::::: As doze promessas
---------------------------------------
::::: O Escudo: levar consigo uma imagem do Sagrado Coração
---------------------------------------
::::: Ato de Consagração das Famílias ao Sagrado Coração de Jesus
---------------------------------------
::::: Ladainha do Sagrado
Coração de Jesus
---------------------------------------
::::: Consagração individual
ao Coração  Sacratíssimo
de Jesus
---------------------------------------
:::::
 
---------------------------------------
:::::
 
---------------------------------------
:::::
---------------------------------------
::::: Sobre a devoção ao Sagrado
Coração de Jesus
---------------------------------------
:::::
 
 
Sagrado Coração de Jesus
 

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus,
o Estandarte da Vitória contra os males desta época


A Divina Providência, para combater os males de uma época, suscita não só pessoas ou instituições. Também o faz por meio de formas de piedade, moções espirituais e desejos de perfeição novos.

Nos últimos séculos o mal cresceu de modo alarmante afastando os indivíduos e as sociedades de Deus. Mas junto a ele cresceu também o culto ao Sagrado Coração. Foi esta a devoção que mais se difundiu na Igreja e que maior estímulo recebeu do Magistério Pontifício.


Há ligação entre os dois fenômenos?

O padre Jules Chevalier, no prefácio das Constituições que escrevera em 1891 para as Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração de Jesus, lembrou: "A devoção ao Sagrado Coração de Jesus foi revelada pelo próprio Senhor e recomendada pela Igreja como um remédio eficaz contra os males do mundo de hoje."

Por seu lado o Papa Leão XIII compara esta devoção com o emblema da Santa Cruz que dera a vitória ao Imperador Romano e marcara o começo do triunfo do cristianismo sobre o paganismo. "In hoc signo vinces" fora a promessa feita aos cristãos de então. A devoção ao Sagrado Coração é hoje o estandarte da vitória e triunfo do Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo.


O Sagrado Coração e a devoção a Nossa Senhora

Mas, perguntará alguém, não é a devoção ao Imaculado Coração de Maria a que mais especificamente marcará esse triunfo prometido em Fátima, por exemplo?

Os devotos do Sagrado Coração de Jesus são sempre devotos muito extremosos da Santíssima Virgem; e, reciprocamente. Não podia ser de outro modo. Se Maria Santíssima é medianeira de todas as graças, toda devoção passa pelas mãos dela. E, por outro lado, sendo Ela o caminho mais perfeito para nos levar a Jesus, toda verdadeira devoção a Ela conduzirá ao Sagrado Coração.

Santa Margarida Maria Alacoque compreendera tão bem esta verdade que considerava as duas devoções como uma só. Tinha o hábito de rezar esta jaculatória: "Divino Coração de Jesus eu Vos adoro e Vos amo do modo como viveis no Coração de Maria e Vos peço que vivais e reineis em todos os corações".

O confessor da Santa, São Cláudio de la Colombière, indica o mesmo caminho: "Resolvi não pedir nada a Deus em oração que não fosse por meio de Maria".

Outros grandes devotos do Sagrado Coração - como Santa Brígida, São Francisco de Sales e São João Eudes - referiam-se ao Coração de Jesus e de Maria, em singular, para salientar a perfeita união de sentimentos e disposições entre a Mãe e o Filho.

Os Missionários do Sagrado Coração e as Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração têm o belo lema "Per Mariam ad Cor Iesu" (Por Maria ao Coração de Jesus) como fórmula própria dos seus institutos.

Por isso mesmo o Papa Pio XII exorta: "A fim de que a devoção ao Sagrado Coração de Jesus produza frutos mais abundantes na família cristã e ainda em toda a humanidade, procurem os fiéis unir a ela a devoção ao Coração Imaculado da Mãe de Deus." (14)


Fátima: O sagrado Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria

O movimento universal de Consagração ao Sagrado Coração de Jesus complementou-se, no século XX, com o movimento de Consagração ao Imaculado Coração de Maria pedido por Nossa Senhora em Fátima.

As aparições de Fátima foram precedidas pelas do Anjo de Portugal, que disse em 1916: "Os Corações de Jesus e de Maria estão atentos à voz das vossas súplicas".

E ainda, mais tarde, "Os Corações Santíssimos de Jesus e Maria têm sobre vós desígnios de misericórdia".

A bem-aventurada Jacinta, no seu leito de morte, disse à Lúcia: "Tu cá ficas para dizer que Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao Imaculado Coração de Maria. O Coração de Jesus quer que, a seu lado, se venere o Coração de Maria".

Muitos outros paralelismos entre as duas devoções mostram a sua íntima vinculação: as nove primeiras sextas-feiras e os cinco primeiros sábados; o espírito reparador que anima as duas devoções; o movimento de Consagração da Humanidade ao Sagrado Coração de Jesus feito por Leão XIII e o pedido de Consagração da Rússia ao Imaculado Coração feito por Nossa Senhora em Fátima; e por fim a promessa do triunfo final: "Eu reinarei", repetia continuamente o Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria, e "Por fim o meu Imaculado Coração triunfará", disse Nossa Senhora em Fátima.


14. Encíclica Aurietis Aquas
 
 
voltar ao TOPO
 
Home  l  Quem Somos  Devoção ao Sagrado Coração  l  Pedido de Orações   l  Seu Apostolado   l  Indique um Amigo  I Recomendamos  Fale Conosco
Sagrado Coração de Jesus
Associação Apostolado do Sagrado Coração de Jesus
Rua Joaquim Távora, 1501 - CEP.: 04015-003 - São Paulo – SP - (11) 5083.3003